Você está aqui
  África
Cidades mais populosas
  Cairo
  Cape Town
  Marrakesh
  Casablanca
  Johannesburg
  Luxor
  Pretoria
  Masai Mara Game Reserve
  Rabat
  Alexandria
Paises que fazem parte:
  Algeria
  Angola
  Bassas da India
  Benin
  Botswana
  Bouvet Island
  Burkina Faso
  Burundi
  Cameroon
  Cape Verde
  Central African Republic
  Chad
  Comoros
  Cote D'Ivoire
  Democratic Republic of Congo
  Djibouti
  Egypt
  Equatorial Guinea
  Eritrea
  Ethiopia
  Europa Island
  Gabon
  Ghana
  Glorioso Islands
  Guinea
  Guinea-Bissau
  Juan de Nova Island
  Kenya
  Lesotho
  Liberia
  Libya
  Madagascar
  Malawi
  Mali
  Mauritania
  Mauritius
  Mayotte
  Morocco
  Mozambique
  Namibia
  Niger
  Nigeria
  Republic of Congo
  Reunion
  Rwanda
  Saint Helena
  S?o Tom? and Pr?ncipe
  Senegal
  Seychelles
  Sierra Leone
  Somalia
  South Africa
  Sudan
  Swaziland
  Tanzania
  The Gambia
  Togo
  Tromelin Island
  Tunisia
  Uganda
  Western Sahara
  Zambia
  Zimbabwe
 
África
EuropaOriente MédioAsia
África
 
País mais populoso:
Nigeria 126,635,626
Maior país:
Algeria
2,381,740 sq km
Ponto mais alto:
Kilimanjaro
5,895 m
Rio mais longo:
Rio Nilo
6,825 km
Maior lago:
Lago Victoria
69,500 sq km
Maior Deserto:
Deserto do Sahara
9,065,000 sq km
 

África

Com terras situadas nos dois hemisférios, a África limita-se ao norte com o mar Mediterrâneo; a nordeste com o canal de Suez, o mar Vermelho e o golfo de Áden; a leste com o oceano Índico; ao sul com os oceanos Atlântico e Índico; e a oeste com o oceano Atlântico.

É cercada por várias ilhas e arquipélagos, como Madagascar, Reunião, Maurício, Seychelles, no oceano Índico; e Madeira, Canárias e Cabo Verde, no oceano Atlântico.

Geografia política

Aspectos naturais

Relevo: Os principais aspectos do relevo são: na região do Maghreb, a cadeia do Atlas, cujo pico é o monte Tubkhal (4.165m); o grande planalto desértico do Saara, no sul, com as depressões de Qattara (Egito) e Bodelê (Tchad), a bacia do Níger e as cadeias vulcânicas de Ahaggar (Argélia) e de Tibesti (Tchad); abaixo do planalto do Sudão, destacam-se a bacia do Congo, o monte Cristal e o planalto dos grandes lagos, com os pontos culminantes do continente: os montes Kilimanjaro (5.895m), Quênia (5.199m), Ruwenzori (5.119m) e Elgon (4.321m); no nordeste do vale de Rift, o maciço da Abissínia.


Hidrografia: A maior bacia fluvial da África é a do rio Congo. O rio Nilo, com 6.690km, é o mais longo do mundo. O Zambeze e o Limpopo correm para o Índico. O Orange, o Níger, o Gâmbia e o Senegal desembocam no Atlântico.

Os principais lagos africanos são: o Vitória, segundo do mundo em superfície, com 69.485km², o Tanganica, o Rodolfo, o Alberto, o Eduardo e o Niassa.


Clima: O clima quente predomina na maior parte da África, tanto na zona tropical -- úmida no verão e seca no inverno -- quanto na zona equatorial, com temperaturas elevadas e chuvas abundantes.

Nos grandes desertos, como o Saara e o Kalahari, as temperaturas sãl altas de dia e baixas à noite. No norte e no sul predomina o clima seco de tipo mediterrâneo.


Fauna e flora: Ao norte e ao sul da selva equatorial, estendem-se as savanas, com sua vegetação herbácea e árvores de grande porte, como o baobá. Nos desertos, a cobertura vegetal é escassa, exceto nos oásis, onde crescem palmeiras. Nas zonas temperadas há bosques baixos de pinheiros e carvalhos e vegetação de arbustos (maquis).

A fauna é uma das mais ricas do mundo. Na floresta equatorial há muitas aves, símios (chimpanzés e gorilas), répteis e anfíbios. Na savana, rinocerontes, girafas, elefantes, hipopótamos, leões, leopardos e hienas. No deserto, chacais, insetos e répteis. Na zona mediterrânea, lebres, cabras, raposas e aves de rapina.


Aspectos demográficos



Composição étnica: O povo africano divide-se em vários grupos étnicos. Ao norte do Saara, do Marrocos ao Egito, vivem povos mediterrâneos -- caucasóides e semitas (árabes) – e também estão presentes elementos negróides.

Ao sul do Saara, na chamada África negra, os pigmeus da selva equatorial, os bosquímanos e hotentotes dos desertos e planaltos meridionais, os sudaneses das savanas e os grupos bantos da África central e austral.

Os nilóticos ocupam a bacia do alto Nilo Branco e planaltos vizinhos. Grupos mongolóides (malgaxes) habitam Madagascar. Os europeus preferem os grandes centros urbanos.


Língua: Falam-se na África cerca de mil línguas diferentes. O árabe domina na região setentrional, onde também idiomas camitas são falados por berberes e tuaregues. Na África subsaariana predomina o banto, com grande diversidade de dialetos, dos quais o mais importante é o suaíle. Falam-se ainda o africâner (na África do Sul), o inglês, o francês e o português.


Estrutura demográfica: A densidade demográfica é baixa, sobretudo nas áreas desérticas, nas zonas montanhosas da África oriental e na costa sudoeste.

A população concentra-se no litoral do Mediterrâneo, onde ficam algumas das principais cidades do continente, como Marrakech, Casablanca, Argel, Alexandria e Cairo), na bacia do Senegal (Dakar), nos planaltos orientais (Adis Abeba), no golfo da Guiné (Lagos, Ibadan) e na África do Sul (Johannesburgo, Durban e Cidade do Cabo).


Aspectos econômicos

Agricultura: Nas áreas mediterrâneas, cultivam-se cereais, videiras, oliveiras, frutas e legumes. Nas faixas tropicais, cacau, café, chá, algodão, seringueiras, banana e cana-de-açúcar. Na zona equatorial, exploram-se madeiras de valor comercial (mogno, ébano).


Indústria: A atividade industrial concentra-se na África do Sul (siderurgia, têxteis, alimentos), no Zimbábue (máquinas, siderurgia, tecidos e cimento), na Argélia (óleos vegetais, máquinas agrícolas), no Egito (metalurgia), em Angola (pescado), na República Democrática do Congo (antigo Zaire) e em Zâmbia (mineração).


Energia: A África conta com excelentes fontes de energia hidrelétrica. As principais represas são as de Assuã, no Egito; Owen Falls, em Uganda; Akosomba, em Gana; e Kariba, entre Zâmbia e o Zimbábue. Na região do Saara há grandes reservas de petróleo e gás natural.


Mineração: Na África do Sul, jazidas de ouro, diamantes, urânio e níquel. Na República Democrática do Congo, cobre, zinco, chumbo e estanho. Na Nigéria, estanho. Em Zâmbia e naRepública Democrática do Congo, cobalto. Em Gana e no Congo, manganês. No Marrocos, Argélia e Tunísia, fosfato.


Transporte: O deficiente sistema de transportes, com poucas estradas em condições de uso, dificulta o comércio. As principais vias navegáveis -- rios Congo, Nilo, Níger e Zambeze -- são prejudicadas pelas corredeiras. O transporte aéreo tem papel importante na integração do continente, e os principais aeroportos são os de Kinshasa, Lagos, Dakar, Cairo, Cidade do Cabo e Johannesburgo.